segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Petrobras ou Petrobrás?

Não vai mudar a vida de ninguém, mas Petrobras é sem acento. A razão não é por ser sigla de Petróleo Brasileiro, não tendo acento em “Brasileiro”. Também, é assim independente de ser ortograficamente incorreto pelas regras de acentuação; sendo nome/marca, poderia ser considerado correto com ou sem acento. Mas o fato é que "Petrobras" é a forma correta, como é possível comprovar consultando o estatuto social, os demonstrativos financeiros ou qualquer documento oficial da empresa.

Procurando na internet, encontrei essa notícia do Globo no site Infoener. Ou seja, Petrobras passou a ser escrito dessa forma em 1995.

A grande justificativa para a mudança é a internacionalização da empresa. Alguns estrangeiros confundiam o acento com apóstrofe (Petrobra’s). O argumento contrário é que Itaú tem acento. O banco não tem grande presença no exterior, mas certamente isso não se deve à forma como seu nome é escrito, até porque, erroneamente, escrevem Itaú sem acento nos Estados Unidos. Nos relatórios entregues à SEC, o Itaú escreve seu nome da forma correta.

Em 2000 e 2001, cogitou-se mudar o nome para Petrobrax, mais de acordo com a fonética estrangeira, mas essa medida encontrou forte resistência de políticos e funcionários da empresa e foi revertida.

Eletrobrás, por outro lado, é com acento. Algumas pessoas acham um grande gesto de resistência contra a ocupação estrangeira!, contra a dominação da língua inglesa!, contra o imperialismo! um gesto em defesa do Brasil! resistir ao uso de Petrobras e usar Petrobrás. Eletrobrás é com acento e desde muito tempo seu valor de mercado é menor do que seu valor patrimonial. Eletrobrás gera muito menos resultado para a sociedade brasileira (que é a maior acionista da empresa) sobre o capital investido do que faz a Petrobras. Petrobras sem acento faz mais pelo país do que a Eletrobrás com acento.
(Atualização: Eletrobras não tem mais acento)

Obrigado ao Márcio Rodrigues por ter me alertado sobre a ausência do acento em Petrobras.

6 comentários:

  1. O veredicto final: de acordo com a prosódia, quem pronuncia o substantivo Petrobras acentua com mais força a vogal "a". Logo, o acento está correto.

    ResponderExcluir
  2. Originalmente Petrobrás, o nome da empresa é alterado para Petrobras, apesar da terminação oxítona em 'a', (seguida de 's'), obedecendo a Lei nº 7.565 de 1971, em acordo com a Academia Brasileira de Letras e a Academia das Ciências de Lisboa, segundo as quais nenhuma sigla é acentuada na língua portuguesa.

    ResponderExcluir
  3. Os dois comentaristas anônimos estão falando de regras gramaticais, mas acho que não é esse o ponto. Como coloquei no texto, a Petrobras tirou o acento em 1995 por decisão própria. Apenas em 2010 a Eletrobras faria o mesmo e a Telebrás continua tendo acento (ver Formulário de Referência da companhia e seu Estatuto Social). O importante é como a empresa escreve seu próprio nome e a gramática me parece ser a menor das preocupações dessas empresas.

    ResponderExcluir
  4. Não seu o porquê de tirar o acento, uma característica da língua portuguesa, do Brasil. É engraçado, a Nestlé, francesa, nunca nem pensou em retirar o acento e é hoje (talvez a maior) uma das maiores empresas do ramo alimentício do mundo. Petrobrás e Eletrobrás é com acento, quem diz é a língua portuguesa. Eu confirmo.

    ResponderExcluir
  5. A questão toda, que eu já respondi em outros comentários, é como a própria empresa escreve seu próprio nome e como ele está no Estatuto Social, e não como o nome deveria ser gramaticalmente.

    ResponderExcluir
  6. Que dureza! Mas tem que desenhar para eles Roberto! Não entenderam nada dos teus comentários. Será que eles sabem que é Estatuto Social?

    ResponderExcluir